email: janemaria2006@yahoo.com.br







Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.



(Miguel Unamuno)







Jesus, Mestre e Amigo Ensina-nos a AMAR!...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Semana Nacional do Doador de Órgãos


1,8 mil aguardam rim; 1,3 mil,córneas; 169, fígado; e nove, coração

Em homenagem ao Dia Nacional de Doador de Órgãos, comemorado hoje, a Central de Transplantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES) realizou ontem o I Encontro de Incentivo à Doação de Órgãos de Pernambuco. O evento, que faz parte da Semana Nacional de Doação de Órgãos, foi realizado no auditório do Hospital da Restauração, e reuniu estudantes e profissionais da área de saúde.
O objetivo da iniciativa foi promover uma conscientização, e como conseqüência, diminuir o número de pacientes da fila de espera. De acordo com dados da SES, atualmente, esse número corresponde a mais de 3,3 mil pacientes. Desses, 1,8 mil pessoas precisam de um rim; quase 1,3 mil esperam por córneas; 169 por um fígado; e nove necessitam de transplante de coração.
Somente até o mês de agosto de 2011 foram registrados, no Estado, 678 transplantes. Isso corresponde a um aumento de 12% se comparado com o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 595 cirurgias. Para a coordenadora da Central de Transplantes, Zilda Cavalcanti, embora ainda haja grande quantidade de pessoas na espera, o resultado é positivo.
Houve também o primeiro encontro para estudantes e profissionais de saúde, com a abertura oficial da campanha. “Em seguida, haverá um curso para estudantes e profissionais de Enfermagem, Psicologia, Serviço Social, pois todos são importantes para o processo de doação”, destacou Zilda. “Nossa expectativa é que até o final do ano consigamos manter o aumento mínimo de 10% em relação ao ano passado”, completou.
Durante a abertura da Semana de Doação, o secretário de Saúde, Antônio Figueira, falou sobre os investimentos no setor e relatou sobre o apoio de um avião, que é usado para transporte de órgãos para transplantes por todo o Estado. Além disso, ele destacou a importância de que as pessoas deixem claro para os familiares sobre a decisão de ser um futuro doador, já que só com o consentimento destes é possível retirar os órgãos.
“Apesar de o Brasil possuir o maior sistema de transplante público e Pernambuco ser o 6º maior estado em número de doadores de órgãos, precisamos avançar ainda mais”, enfatizou. “Além da concentração da população, é de crucial importância a concentração das equipes de saúde para que possamos avançar nesse programa que é modelo, mas que não podemos descansar enquanto existirem pernambucanos na fila de espera” finalizou.
A programação conta ainda com aulas de sensibilização com servidores da Secretaria de Defesa Social (SDS) no auditório do IMIP, na terça-feira; com profissionais que atuam no Hospital Barão de Lucena, na quarta; e no Real Hospital Português, na sexta (30). Haverá, ainda, ações na Estação Central do Metrô Recife e durante a Bienal do Livro de Pernambuco, no Centro de Convenções.
Na quarta-feira, a partir das 14h, a Central de Transplantes de Pernambuco, em parceria com a Faculdade Maurício de Nassau e a Infraero, inaugura o Termômetro da Doação no Aeroporto Internacional dos Guararapes. O totem eletrônico irá exibir, em tempo real, a contagem de doações de órgãos e tecidos em Pernambuco.
Ainda na quarta-feira, das 14h às 16h, o cadastro para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) poderá ser feito no Aeroporto Internacional dos Guararapes. O Redome também estará: no Imip, na terça-feira, de 8h às 12h; na quarta, de 8h às 12h, no Hospital Barão de Lucena; e, na manhã da quinta, na Estação Central do Metrô Recife. O cadastro é feito com a coleta de uma amostra de sangue (5 ml) utilizada no exame que diagnostica características genéticas importantes para a verificação da compatibilidade entre o doador e o receptor da medula óssea. Os dados do doador são catalogados no cadastro e a compatibilidade é verificada cada vez que surge um novo paciente à procura de transplante. Em Pernambuco, 49 pacientes estão na lista de espera por um transplante de medula óssea.

Doação - Para se tornar um doador, é importante que a pessoa comunique à família sobre esta vontade, pois de acordo com a legislação dos transplantes no Brasil, a doação deverá ser consentida pelo familiar de até 2º grau. Essa conversa é fundamental para subsidiar a decisão da família na hora de doar órgãos. A principal dificuldade para o aumento do número de doadores é, exatamente, o baixo nível de informação sobre o assunto. Para informações e orientações, o telefone da CT-PE é 0800.281.2185.

De janeiro a agosto de 2011, a CT-PE registrou 678 transplantes no Estado, um aumento de aproximadamente 12%, em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 595 transplantes. Mas ainda é preciso conscientizar a população para diminuir a fila de espera por órgãos. Prova disso é que o índice de doação de Pernambuco, de acordo com dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), é de 7,5, número abaixo da média nacional, de 10,5.
Atualmente, 3.327 pacientes aguardam em lista de espera por um transplante em Pernambuco. Desse total, mais de 1,8 mil pessoas aguardam por um rim, 1.299 por córneas, 169 por um fígado e 9 pacientes estão na esperança por um transplante de coração.

Confira a programação da Semana Nacional de Doador de Órgãos:
26/09/2011 (segunda-feira)
8h às 12h - Abertura da campanha com realização do I Encontro de Incentivo à Doação de Órgãos de Pernambuco - Auditório do Hospital da Restauração (HR), no Derby.
12h às 13h – Palestra de incentivo à doação de órgãos, no Café Cultural da Bienal do Livro de Pernambuco - Centro de Convenções - Olinda/PE.
27/09/2011 (terça-feira)
8h às 12h - Sensibilização com aula, panfletagem e entrega do Cartão do Doador aos servidores da SDS e realização de Redome (Polícia Civil, Polícia Técnica, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros) - Auditório do Imip.
28/09/2011 (quarta-feira)
8h às 12h - Aula sobre doação de órgãos para os profissionais de saúde do Hospital Barão de Lucena e realização de Redome - Auditório do Hospital Barão de Lucena.
14h às 16h - Inauguração do Termômetro da Doação, palestra de incentivo à doação de órgãos e realização de Redome - Aeroporto Internacional dos Guararapes. 
29/09/2011 (quinta-feira)
8h às 12h - Sensibilização com panfletagem, entrega do Cartão do Doador realização de Redome - Estação Central do Metrô Recife, bairro de São José.
30/09/2011 (sexta-feira)
8h às 17h - Curso de Manutenção do Potencial Doador e Entrevista Familiar - Auditório do prédio do Real Vida – Real Hospital Português.
Seja você também um Doador, doe órgãos, doe vida!... Comunique á sua família o seu desejo.

Um comentário:

  1. Doar órgãos é um ato de amor. De solidariedade. Um ato que pode salvar muitas vidas. E, acredite: tem muita gente que não vive sem você.
    No último ano o número de doadores cresceu 14% em relação a 2009 e registramos no Brasil a maior taxa de doação de órgãos da história no país. Mas ainda tem muita gente que não se dispõe a doar.
    Se tornar doador de órgãos é simples: não precisa assinar nenhum documento, basta avisar a família. Com seus familiares cientes, fica tudo certo.
    Seja um Parceiro da Saúde: utilize o espaço do seu blog e divulgue informações. Entre em contato conosco pelo email comunicacao@saude.gov.br, conheça o Blog da Saúde - www.blog.saude.gov.br – e saiba mais. Ou acesse: http://www.blogsaude.net/parceiro-digital-i-doacao-de-orgaos/
    Para acessar o material da campanha de doação de órgãos, clique: http://on.fb.me/oyKiYj
    Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/doeorgaos_MS
    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir